O ensino da saúde coletiva no Brasil: uma revisão integrativa

Autores

Palavras-chave:

Educação superior. Educação de pós-graduação. Saúde coletiva.

Resumo

O ensino da saúde coletiva no Brasil contribui para o desenvolvimento técnico-científico do campo,  transcendendo a mera abordagem de programas de  saúde de forma fragmentada. Assim, objetivou-se  neste estudo compreender a operacionalização do  ensino em saúde coletiva, na graduação e pós- graduação stricto sensu, no Brasil. Trata-se de uma  revisão integrativa de literatura a partir da busca nas  bases de dados PubMed, Scopus, PsycINFO, Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde  (Lilacs), Scientific Electronic Library Online (SciELO) e  Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação  em Ciências da Saúde (Bireme). Foram analisados 21  artigos por título, autor, ano, caracterização e/ou  objetivo, metodologia e principais resultados. Conclui-se que a institucionalização de cursos de pós- graduação no campo da saúde coletiva seguiu o  movimento educacional da universidade e a Reforma  Sanitária Brasileira, ao passo que cursos de graduação só ocorreram na última década. O marco  constitucional de 1988 define o ordenamento de  recursos humanos para a formação profissional no e  para o sistema de saúde no País.

Downloads

Publicado

2023-06-01

Como Citar

1.
Neto JA, Cavalcante PS, Filho JD da S, Santos FD dos, Maia AMPC, Simião AR. O ensino da saúde coletiva no Brasil: uma revisão integrativa. Saúde debate [Internet]. 1º de junho de 2023 [citado 22º de fevereiro de 2024];46(especial 6 dez):281-97. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/6915