A saúde na região do Médio Solimões no estado do Amazonas: a centralidade de Tefé

Autores

Palavras-chave:

Saúde da população rural, Política de saúde, Ecossistema amazônico

Resumo

Em um cenário rural de várzea amazônica, o estudo investiga a articulação da atenção básica com a atenção especializada. Para isso, adotou-se uma combinação de estratégias dentre entrevistas, levantamento de indicadores de morbidade e sociodemográficos, mapeamento do trajeto intermunicipal e levantamento de despesas em Ações e Serviços Públicos de Saúde. O município de Tefé concentra serviços financeiros, bancários, equipamentos do poder judiciário, educacional, órgãos de controle e segurança que lhe conferem uma centralidade de funções. Contudo, a saúde não considera os fluxos existentes no território para definição de quais munícios tem a rede de Tefé como referência. Além disso, a defasagem dos dados no Sistemas de Informação em Saúde, aliada a ausência do ente estadual no planejamento regional de saúde, apoio para provimento de profissionais especializados, pagamento de insumos e organização do fluxo de referência-contrarreferência na rede tem sido desafios para planejar integralidade da atenção na região, sobrecarregando o município-polo. Os gastos de Tefé em atenção hospitalar foram superiores aos da Atenção Básica nos últimos cinco anos. Apesar do aumento progressivo de despesas em saúde nos municípios analisados, a oferta de serviço para além da Atenção Básica permanece sendo um desafio para o SUS na ruralidade de várzea amazônica

Downloads

Publicado

2024-04-03

Como Citar

1.
El Kadri MR, Pontes Ferreira C, machado de freitas C. A saúde na região do Médio Solimões no estado do Amazonas: a centralidade de Tefé. Saúde debate [Internet]. 3º de abril de 2024 [citado 16º de junho de 2024];48(140):e8338. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/8338

Edição

Seção

Artigo Original