Conformação da ‘moderna’ enfermagem brasileira e interfaces com os Saberes Psi

um estudo historiográfico – 1932-1988

Autores

Palavras-chave:

História da Enfermagem, Psicologia (história), Escolas de enfermagem

Resumo

Neste estudo, objetivou-se descrever e analisar a circulação de Saberes Psi – Psicologia, Psicanálise e Psiquiatria – na ‘Revista Brasileira de Enfermagem’ entre 1932 e 1988. Metodologicamente, é uma pesquisa historiográfica cujas fontes primárias foram 59 textos da referida revista que abordaram o conhecimento mencionado. Os resultados indicaram que os Saberes Psi eram objetos de interesse daquele coletivo que passou a divulgá-los no periódico e a introduzi-los nos currículos das escolas de enfermagem. Foram apropriados para compor o processo de conformação da enfermeira moderna por, pelo menos, três mecanismos: 1) ensino de psicologia voltado para a formação moral e comportamental da enfermeira; 2) ensino de psicologia, para sua capacitação na assistência ao doente, além da saúde do corpo; e 3) ensino de psiquiatria, para capacitar a enfermeira no cuidado com o adoecimento mental. Notam-se, portanto, os Saberes Psi circulando no coletivo de pensamento dos autores que publicavam na revista e, concomitantemente, coadunando com o estilo de pensamento Nightingaleano de formação da enfermeira considerada ideal. Logo, tais Saberes aludiram à conformação daquilo que seria considerada a enfermagem ‘moderna’ brasileira.

Biografia do Autor

Rodrigo Lopes Miranda, Universidade Católica Dom Bosco (UCDB)

Docente, doutor

Downloads

Publicado

2023-12-03

Como Citar

1.
Vilena KCG, Miranda RL. Conformação da ‘moderna’ enfermagem brasileira e interfaces com os Saberes Psi: um estudo historiográfico – 1932-1988. Saúde debate [Internet]. 3º de dezembro de 2023 [citado 22º de fevereiro de 2024];47(139):918-30. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/8163

Edição

Seção

Artigo Original