O papel dos produtores públicos de medicamentos e ações estratégicas na pandemia da Covid-19

Autores

Palavras-chave:

Produção pública. Vacinas. Medicamentos. Covid-19. Complexo Econômico-Industrial da Saúde.

Resumo

Na pandemia da Covid-19, os laboratórios farmacêuticos públicos adquiriram maior visibilidade em consequência de suas iniciativas para enfrentamento da doença e manutenção dos diversos programas da Assistência Farmacêutica. O artigo teve como objetivo analisar suas realidades a fim de compreender seu caráter estratégico para o SUS, destacando os Institutos Butantan, Bio-Manguinhos e Farmanguinhos, visto o protagonismo em relação a vacinas e medicamentos, respectivamente. Através de um estudo de caso múltiplo, com abordagem qualitativa-descritiva, apresentou dados que indicam a mudança de perfil que vêm demonstrando nas últimas décadas e identificou as ações de maior relevância no enfrentamento da pandemia, tendo como data de corte, dezembro de 2020. Como resultados trouxe informações atuais sobre suas atividades e produtos, estágio das Parcerias para Desenvolvimento Produtivo, quadro funcional, fragilidades (internas e externas) e desafios atuais. Conclui-se pela importância dessas Instituições do Estado para a garantia do acesso universal do SUS e desenvolvimento e produção de medicamentos e produtos de saúde essenciais, envolvendo desde os mais básicos até os de maior complexidade e valor agregado, destarte, identifica-se a necessidade de uma agenda de mudanças, visando sustentabilidade a longo prazo e ampliação da contribuição para fortalecimento do Complexo Econômico-Industrial da Saúde.

 

Publicado

2022-06-16

Como Citar

1.
Fernandes DRA, Gadelha CAG, Maldonado JMS de V. O papel dos produtores públicos de medicamentos e ações estratégicas na pandemia da Covid-19. Saúde debate [Internet]. 16º de junho de 2022 [citado 16º de junho de 2024];46(132 jan-mar):13-29. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/6264

Edição

Seção

Artigo Original