Participação dos atores na avaliação do Projeto QualiSUS-Rede: reflexões sobre uma experiência de abordagem colaborativa

Autores

  • Gisela Cordeiro Pereira Cardoso
  • Egléubia Andrade de Oliveira
  • Angela Oliveira Casanova
  • Patrícia Pássaro da Silva Toledo
  • Elizabeth Moreira dos Santos

Palavras-chave:

Avaliação em saúde. Avaliação de programas. Participação dos interessados.

Resumo

A incorporação dos diferentes interessados no processo avaliativo é estratégica para facilitar a compreensão da avaliação e a apropriação de seus resultados. Este artigo se propõe a descrever e analisar criticamente a participação dos atores (stakeholders) no processo de avaliação utilizando a pesquisa avaliativa do Projeto de Formação e Melhoria da Qualidade de Rede de Atenção à Saúde (Projeto QualiSUS-Rede). Para isto, empregou-se como base as memórias das reuniões de trabalho, das oficinas de alinhamento conceitual e de validação dos modelos lógicos, dos seminários realizados, assim como dos relatórios elaborados no período de agosto de 2012 a dezembro de 2015. A abordagem colaborativa envolveu inúmeros desafios que englobaram 15 projetos, com distintos níveis de abrangência e complexidade, e com um número e diversidade de stakeholders, com diferentes tipos e níveis de colaboração, que condicionaram limites e as possibilidades de participação. Esta experiência gerou a adaptação do modelo de avaliação colaborativa, de Rodriguez Campos e Rincones Gomez (2013). A abordagem colaborativa exige por parte dos avaliadores um exercício de flexibilização e de ajuste às distintas particularidades e contextos locais, sem perder de vista o alinhamento às teorias da intervenção e ao modelo teórico da avaliação.

Downloads

Publicado

2022-04-22

Como Citar

1.
Cardoso GCP, Oliveira EA de, Casanova AO, Toledo PP da S, Santos EM dos. Participação dos atores na avaliação do Projeto QualiSUS-Rede: reflexões sobre uma experiência de abordagem colaborativa. Saúde debate [Internet]. 22º de abril de 2022 [citado 13º de agosto de 2022];43(120 jan-mar):54-68. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/547

Edição

Seção

Artigo Original