Territórios Saudáveis e Sustentáveis (TSS) no Distrito Federal: agroecologia e impacto dos agrotóxicos

Autores

Palavras-chave:

Território sociocultural. Agroecologia. Agrotóxicos.

Resumo

O modelo agrícola predominante no Brasil apresenta disparidades sociais, econômicas e ambientais acentuadas. Tal cenário consiste num grande desafio para o avanço da agroecologia, um dos caminhos apontados pelas Nações Unidas para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o desenvolvimento territorial de forma sustentável. Assim, o presente estudo teve como objetivo a análise dos limites e desafios na implantação de estratégias territoriais sob a ótica dos Territórios Saudáveis e Sustentáveis (TSS), tendo como eixo estruturante a controvérsia agroecologia x agrotóxicos. O ensaio foca sua análise na Região Integrada de Desenvolvimento (Ride) do Distrito Federal e Entorno, na forma de pesquisa do tipo prospectiva, com revisão de literatura e recolha documental pertinente. Conclui-se que, a despeito do seu potencial, são escassas as informações sobre a temática, especialmente na efetividade e eficácia da estratégia de implantação dos TSS e o uso da agroecologia como suporte. O estudo conclui ainda que há a necessidade de aprofundar a realização de novas pesquisas e a construção de novas estratégia de intervenção territorial sob a ótica dos TSS.

Downloads

Publicado

2022-07-04

Como Citar

1.
Fenner A, Almeida VES de, Friedrich K, Milhomem AP. Territórios Saudáveis e Sustentáveis (TSS) no Distrito Federal: agroecologia e impacto dos agrotóxicos. Saúde debate [Internet]. 4º de julho de 2022 [citado 12º de agosto de 2022];46(especial 2 jun):249-61. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/5031