Avaliação da coordenação do cuidado de usuários com tuberculose multidrogarresistente em Recife, Pernambuco, Brasil

Autores

Palavras-chave:

Avaliação em saúde. Tuberculose. Tuberculose resistente a múltiplos medicamentos. Atenção à saúde.

Resumo

Trata-se de um estudo avaliativo de corte transversal que objetivou avaliar a coordenação do cuidado entre níveis de atenção ao paciente com tuberculose multidrogarresistente em Recife, Pernambuco. Foi realizado em três etapas: desenho da intervenção, elaboração da matriz de julgamento e análise normativa. Foram entrevistados médicos e enfermeiros dos três níveis de atenção, bem como gestores do Programa de Controle da Tuberculose. Atribuiu-se pontuação a cada indicador da matriz de julgamento, que foram classificados: excelente (≥ 75%), bom (50%-74%), ruim (49%-25%) e crítico (< 25%).A coordenação do cuidado entre níveis de atenção foi considerada ruim (32,5%), assim como seus componentes coordenação administrativa (41,2%), da informação (32,0%) e da gestão clínica (31,0%). Percebeu-se que os níveis de atenção organizam-se de forma separada, com falhas na interligação da rede de serviços, o que resulta numa assistência descoordenada e fragmentada.

Downloads

Publicado

2022-06-03

Como Citar

1.
Barros Bezerra Marinho D, Martins Barbosa da Silva Costa J, Almeida Coelho dos Reis Y, Coelho de Albuquerque A, Clébio Felisberto da Silva E. Avaliação da coordenação do cuidado de usuários com tuberculose multidrogarresistente em Recife, Pernambuco, Brasil. Saúde debate [Internet]. 3º de junho de 2022 [citado 30º de janeiro de 2023];44(124 Jan-Mar):99-114. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/3115

Edição

Seção

Artigo Original