A importância de Hans Prinzhorn para a reforma psiquiátrica no Brasil

Autores

  • Fernando Ferreira Pinto de Freitas Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp), Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental e Atenção Psicossocial (Laps) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. ffreitas@ensp.fiocruz.br
  • Paulo Duarte de Carvalho Amarante Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp), Laboratório de Estudos e Pesquisas em Saúde Mental e Atenção Psicossocial (Laps) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. pauloamarante@gmail.com

Palavras-chave:

Prinzhorn. Arte. Reforma psiquiátrica. Saúde mental.

Resumo

A autonomia do campo artístico-cultural com relação ao campo psiquiátrico é uma tendência que vem sendo fortalecida na reforma psiquiátrica brasileira, tendo como precursores
históricos Osório César e Nise da Silveira. Com a assistência sendo deslocada do hospital para o território, novas questões surgem. O artigo explora o papel pioneiro de Hans Prinzhorn
para a abordagem das relações entre a arte e a loucura, apresentando os principais fundamentos da sua obra.

Downloads

Publicado

2018-07-17

Como Citar

1.
Freitas FFP de, Amarante PD de C. A importância de Hans Prinzhorn para a reforma psiquiátrica no Brasil. Saúde debate [Internet]. 17º de julho de 2018 [citado 28º de outubro de 2021];42(117 abr-jun):503-17. Disponível em: https://saudeemdebate.org.br/sed/article/view/1067